Dicas de Hotelaria

Guia do Marketing Sensorial para hotel [PARTE 2 – AUDIÇÃO]

0
O marketing sensorial é uma importante estratégia de vendas para o seu hotel.

Na primeira parte do nosso Guia do Marketing Sensorial para hotel mostramos como a visão é um sentido que pode ser trabalhado para aumentar as vendas e a experiência do seu hóspede. Dessa vez, queremos apresentar dicas para que você, estrategicamente, aguçar a audição do seu cliente.

Você sabe como falar o que seu hóspede quer ouvir? Um exemplo muito simples de explicar o marketing sensorial da audição são os hits chiclete que temos todos os anos no verão. Sempre um se destaca e, mesmo você não sendo fã daquele artista, não consegue tirar a música da cabeça.

Na hotelaria não funciona diferente.

A audição pode ser trabalhada de diferentes maneiras. As dicas abaixo te mostrarão o melhor caminho. Confira.

Escolha bem o som do ambiente

O som ambiente do seu hotel pode ser estratégico para que eles guardem a lembrança da estadia. Uma música pode nos levar à bons ou maus momentos.

Então, além de escolher uma música que combine com o perfil do seu público-alvo, saiba harmonizar todos os ambientes do hotel, de forma que o som seja o mesmo ou similar.

Pode ser um pouco incômodo para seu hóspede, por exemplo, estar ouvindo um som clássico na piscina ou um forró no restaurante. Saiba harmonizar cada espaço.

Pense também no volume. Música muito alta, onde o hóspede não consegue falar em tom normal pode gerar desconforto.

Tenha uma playlist oficial do hotel

Hoje em dia praticamente todo mundo utiliza Spotify, Deezer e outros streamings de música. Esses softwares permitem a inclusão de playlists. Tenha uma lista de músicas oficial do seu hotel e distribua para seus hóspedes. Além de mostrar para eles o que toca no seu espaço, você gera um gatilho de memória musical muito boa com seu público após o check out.

Uma dica importante: pense em listas diversas. Por exemplo, tenha uma para o verão, para o café da manhã, para o carnaval, etc.

O speech da sua equipe é importante para o marketing sensorial para hotel

O speech na hotelaria nem sempre é pensado como algo importante, mas ele influencia bastante a experiência do seu hóspede.

No marketing sensorial ele é trabalhado no diálogo e nas informações passadas antes, durante e depois da estadia. O speech é o que a sua recepção fala, o que a governança orienta e, até mesmo, o que os gestores tratam como procedimento.

É muito importante unificar o procedimento, além de manter sempre um tom de acordo com o público-alvo do seu negócio. Por exemplo, se você trabalha com hóspedes mais jovens e descolados – como é o caso de hostels e acampamentos –, dá para usar termos mais leves e descontraídos. Isso faz com que você se comunique melhor com seus hóspedes e haja uma identificação mais significativa.

Confira o Guia Completo do Marketing Sensorial para hotel

Como citamos no início do post, esta é a segunda parte do nosso Guia Completo do Marketing Sensorial para hotel. O guia será dividido em cinco partes e abaixo você encontra o link para todas elas!

E se ficou alguma dúvida sobre o marketing sensorial para hotel, deixe o seu comentário!

Storytelling na hotelaria: 4 dicas para ganhar mais visibilidade na internet

Previous article

Como atrair novos hóspedes? Converta as visitas do site em reservas

Next article